Domingo, 28 de Março de 2010

Castração/esterilização

Bem, vou falar-vos da castração ou esterilização. 

 

Um animal castrado significa que é impossível reproduzir-se (seja macho ou fêmea); no macho retiram-lhe os testículos e na fêmea os ovários.

É um método cirúrgico que os veterinários o podem fazer.

 

Vantagens:

  Na fêmea:

  •  elimina a possibilidade de virem a ter cancro do ovário ou do útero;
  • previne a piometra (uma inflamação no útero que, se não for tratado a tempo, poderá conduzir à morte do animal (a forma de tratamento é a esterilizção/castração); 
  •  não correm riscos de terem tumores mamários.
  • 

Nos machos:

 

      • contribui para diminuir a agressividade com outros animais;

      • Diminuição do hábito de marcar território;

      • dimunui a ansiedade e o hábito de fugir;

      • evita tumores testiculares, entre outros.

 

 

Importante:
  A maneira de ser do cão não muda obrigatóriamente. A castração/ esterilização protege-os de doenças sexuais e de atropelamentos, porque muitas vezes os animais fogem só para terem relações sexuais.

 Lembre-se de que assim evitará os atropelamentos, abandonos, fugas, doenças. "Se proteges o teu animal estás a proteger-te a ti mesmo."

 

Exemplo:

  Vou falar-vos do que se passou com o meu cão. Eu vivo com os meus pais, mas nesta altura a casa ainda não tinha portões (aconteceu mais ou menos á 8 anos atrás). O cão (o Fofinho) ficava preso ao cadeiado; nós não estávamos em casa durante o dia todo (só chegavamos a casa mesmo á noite) e começamos a notar que o cão parecia estar fraco (apareciam ferradelas e assim) e ele as caçoilas estavam sempre vazias. Passaram-se vastos meses, até os meus vizinhos (que são os meus avós) nos disseram que andavam uns cães vadios (por volta de 8 cães) e que entravam na minha casa (não tinha portões) e iam comer ás caçoilas do meu cão e, o pobre animal tentava não os deixar comer o que era dele, mas eles eram tantos que o pobre bicho acabava sempre por perder. O cão estava mesmo mal (todo ferido), então os meus pais acharam que o melhor era castrá-lo e assim o fizeram. Hoje, é um guarda excelente, bom amigo, fiel, muito carinhoso. Agora quando alguém de fora vem a minha casa ele ataca :s. Talvez seja a fúria de o terem atacado na sua própria casa =s. Mas o engraçado é que tenho mais 1 cão e 2 gatos (1 gato e uma gata) e dão-se todos super-bem (: . Os meus dois gatos também estão castrados (ficam mais "caseirinhos", mal saem de casa). Só me falta castrar o meu outro cão.

 

Hoje o meu Fofinho, vive feliz já com os seus 10 anos (é o meu velhote)!

 

Desculpem ele ter ficado com os olhos fechados, mas ele nao gosta de tirar fotografias!

 

publicado por Animalia às 20:45
link | comentar | favorito